Error message

Lingotek profile ID 4 not found.
Um surfista competindo no desafio Mavericks na Half Moon Bay, Califórnia
Shalom Jacobvitz/Flickr

JANEIRO

Desafio Mavericks

Contagens regressivas não ficam mais empolgantes que isso. Quando as circunstâncias são ideais, as ondas do mar se acumulam sobre um recife, a aproximadamente 3,2 quilômetros do litoral do Norte da Califórnia, próximo a Half Moon Bay. A quebra resultante, conhecida como Mavericks (ou simplesmente "Mavs" para os fãs de ondas gigantes) cria monstruosidades que atingem regularmente uma crista de 7,6 metros, com algumas chegando a atingir 24 metros. Quando isto acontece, um grupo seleto de 24 surfistas (e substitutos) são convidados a competir. A pegadinha? O horário de início somente é anunciado com 24 horas de antecedência, de modo que os domadores de ondas devem estar prontos para levar suas pranchas e partir assim que receberem o sinal verde. E o mesmo vale para os fãs - nos pontos à beira-mar com as melhores vistas há pessoas enfileiradas olhando por telescópios, teleobjetivas e binóculos na cerimônia de abertura, tentando ver um pouco da ação no mar.

Uma opção mais fácil é participar do clima de festival da cidade, normalmente em torno do estacionamento do Oceano Hotel & Spa. Conte com muita comida, surf music e praia; quando a competição terminar, fique para conferir a premiação, quando os surfistas normalmente permanecem no local para bater um papo com os fãs. 

A competição do desafio Mavericks ficou famosa nos últimos anos por outros motivos, além das incríveis habilidades que sempre estão em destaque. Durante a temporada de 2017/2018, ela se tornou parte da Liga Mundia de Surf, e se consolidou como um dos três eventos do Big Wave Tour dessa organização, uma das mais importantes competições de surf. E durante a temporada de 2018/2019, as mulheres puderam competir pela primeira vez na história.