Error message

Lingotek profile ID 4 not found.
O bairro Castro em San Francisco
David A Lee

Viagem LGBTQ em San Francisco

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Viagem LGBTQ em San Francisco
Vivencie um arco-íris de eventos

A Cidade à Beira da Baía, conhecida por seus estilos de vida liberais e alternativos, é uma das áreas mais conhecidas do mundo para a comunidade LGBTQ. No bairro Castro, o vento agita a bandeira do arco-íris acima de faixas de pedestres com cores vivas para passar uma mensagem bem clara: San Francisco recebe a comunidade LGBTQ de braços abertos. Há mais de 60 bares e baladas gays no local e, embora o Castro seja o epicentro da cultura LGBTQ e vida noturna, negócios abertos à comunidade gay estão espalhados por toda a cidade - na verdade, aqui isso é a regra, não a exceção. Saiba mais sobre o papel fundamental que a cidade desempenhou e desempenha no movimento gay visitando o GLBT History Museum ou fazendo o tour histórico guiado “Cruisin’ the Castro” andando pelo local. 

Todo mês de junho é o mês do orgulho, cujo evento principal ocorre no último fim de semana, quando até um milhão de visitantes vai à cidade para a anual (e escandalosa) Celebração do Orgulho em San Francisco. Realizadas em frente à prefeitura na Civic Center Plaza— um lugar que faz parte da História LGBTQ – as festividades incluem música ao vivo e comédia no palco principal, um cabaré, um baile de dança country, um parquinho no Leather Alley e, praticamente em todo canto, artistas performáticos com figurinos elaborados. Fique atento às celebridades — a festa se tornou uma grande oportunidade de ver e ser visto. Evidentemente, o evento principal é a parada do domingo, que começa na esquina das ruas Market e Beale e termina perto do Civic Center. Se você estiver na cidade durante o Mês do Orgulho, não perca o filme ou um dos vários eventos do Festival de Cinema LGBT Frameline.

Participar da maior festa LGBTQ do mundo pode ser desafiador. Veja algumasdicas para aproveitá-la ao máximo. Se a cena gay da cidade é novidade para você, a Badlands, a Lookout e a Twin Peaks Tavern são baladas lendárias, e The Parker Guest House, o Hotel Whitcomb, o Joie de Vivre Hotels e o W são alguns dos hotéis da cidade que são simpáticos aos gays. 

Observação para os pais: há muitos eventos do orgulho adequados para famílias e crianças em San Francisco durante o Mês do Orgulho. Em frente ao Asian Art Museum, virando a esquina do Civic Center, o evento anual Family Garden é o local perfeito para que as crianças comemorem a diversidade com artes, artesanatos, pintura no rosto e muito mais; as crianças também são incentivadas a participar gratuitamente da corrida San Francisco Frontrunners Pride Run. Você também pode conferir o calendário dos eventos no site Habitot.org e a página Pride with Our Families em ourfamily.org.

Informação privilegiada: ao planejar uma visita a San Francisco durante o Mês do Orgulho Gay, faça reservas com antecedência, já que as opções de hospedagem lotam rapidamente.

 

San Francisco, Califórnia
Ryan Killackey

Norte da California

Destaque: San Francisco

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
14
December
Average (°C)
Dec - Feb
19°
High
8°
Low
Mar - May
22°
High
10°
Low
June - Aug
28°
High
15°
Low
Sept - Nov
27°
High
11°
Low
Viagem LGBTQ em San Francisco Screen Shot 2017-05-16 at 4.12.46 PM_1
You're #AlwaysWelcome Here
San Francisco is always open, always inviting and you're always welcome. #AlwaysWelcome
Viagem LGBTQ em San Francisco Screen Shot 2017-05-16 at 4.12.46 PM
You're #AlwaysWelcome Here
San Francisco is always open, always inviting and you're always welcome. #AlwaysWelcome
Viagem LGBTQ em San Francisco Screen Shot 2017-05-01 at 11.40.23 AM_0
Golden State of Mind: Pioneer of Food - Corey Lee
San Francisco food pioneer Corey Lee finds inspiration - and a little Zen - in Northern California's diverse landscape.
Viagem LGBTQ em San Francisco SabrinaYves_VideoImage
Golden State of Mind: Pioneers of Art - Sabrina Buell and Yves Behar
See how couple Sabrina Buell and Yves Behar have defined creativity and indulgence in San Francisco and beyond.

Apesar de ter menos de 130 quilômetros quadrados e uma população que não passa de um milhão, San Francisco é uma das cidades mais incríveis do mundo. Famosa por construções em estilo vitoriano Grand Dame, bondes, diversidade dinâmica, uma orla linda e uma ponte laranja muito alta, a “Cidade à Beira da Baía” realmente tem de tudo. Uma culinária que dita tendências e vai de vários restaurantes com estrelas Michelin a food trucks incríveis; orquestras sinfônicas, balé, teatro e ópera mundialmente famosos, além de inúmeras aventuras ao ar livre, San Francisco é, merecidamente, uma das cidades que não pode ficar de fora da lista de destinos de qualquer viajante.

O mais difícil é decidir aonde ir primeiro. (Se bem que o clima imprevisível também dificulta bastante a tarefa de fazer as malas.) O Parque da Ponte Golden Gate é um dos locais mais icônicos da cidade, com paisagens espetaculares. Dali, você pode atravessar a ponte a pé ou de bicicleta para chegar ao Marin Headlands. Você também pode ficar do lado de San Francisco e ir ao Palácio de Belas-Artes de San Francisco, ao Presídio ou ao Lands End, um playground rústico e batido pelos ventos onde você pode observar baleias e conhecer as ruínas dos Sutro Baths, um antigo complexo de piscinas. 

O Fisherman’s Wharf seduz com a sua atmosfera marítima e restaurantes de frutos do mar espetaculares. Do outro lado da água, você encontra outro destino fascinante e imperdível, a ilha de Alcatraz. As agitadas Union Square e Praça Ghirardelli oferecem compras e mais ótimas opções de restaurantes. A colcha de retalhos formada pela diversidade de bairros — Mission District, Chinatown, North Beach, Haight-Ashbury, Nob Hill e muitos outros — oferecem inúmeras opções de diversão para o dia e a noite.

Continue lendo para saber o que há para fazer nessa cidade bonita, histórica e absolutamente encantadora.

 

Viagem LGBTQ em San Francisco Screen Shot 2017-05-16 at 4.12.46 PM_1
You're #AlwaysWelcome Here
San Francisco is always open, always inviting and you're always welcome. #AlwaysWelcome
Viagem LGBTQ em San Francisco Screen Shot 2017-05-16 at 4.12.46 PM
You're #AlwaysWelcome Here
San Francisco is always open, always inviting and you're always welcome. #AlwaysWelcome
Viagem LGBTQ em San Francisco Screen Shot 2017-05-01 at 11.40.23 AM_0
Golden State of Mind: Pioneer of Food - Corey Lee
San Francisco food pioneer Corey Lee finds inspiration - and a little Zen - in Northern California's diverse landscape.
Viagem LGBTQ em San Francisco SabrinaYves_VideoImage
Golden State of Mind: Pioneers of Art - Sabrina Buell and Yves Behar
See how couple Sabrina Buell and Yves Behar have defined creativity and indulgence in San Francisco and beyond.
Viagem LGBTQ em San Francisco SF_GGB_TS_1280x642_sized
Thomas H. Story/ Sunset Publishing

Ponte Golden Gate

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Ponte Golden Gate
Veja um dos monumentos mais famosos do mundo, que abrange uma elegante baía

Com torres que chegam a 227 metros de altura, seu vão que cobre o estuário da Baía de San Francisco, toda pintada de laranja brilhante, a ponte Golden Gate é simplesmente espetacular.

É bem fácil (e grátis) atravessar a ponte em si e explorar o Golden Gate Bridge Welcome Center, que apresenta de forma interessante a história da ponte e também a "torre de teste" original, com aproximadamente 4 metros de altura e feita de aço inoxidável, usada em 1933.

Para começar, você aprenderá por que uma ponte com o nome de “Golden Gate” (Portão Dourado) é, na verdade, laranja. Diz-se que a foz da Baía de San Francisco, o estreito vão que a ponte cruza foi nomeado Chrysopylae (palavra grega para "Portão Dourado") por um dos seus primeiros exploradores, John C. Fremont. (O Capitão Fremont pensou que se parecia com um estreito em Istambul chamado Chrysoceras, ou "Chifre Dourado"). Logo, faz sentido que a ponte tenha o nome da extensão de água que atravessa. E aquela cor carmesim? Isso sim é uma surpresa. Quando o aço para a ponte foi instalado pela primeira vez, ele só estava coberto com um fundo de vermelho. Um engenheiro consultor gostou da cor, sugeriu que fosse mantida e ajudou a desenvolver a cor da pintura final da ponte.

"A ponte Golden Gate Bridge é simplesmente espetacular".

Tecnicamente, essa cor é um "laranja internacional", mas seja o que for, ela prende a sua atenção, independentemente de você estar dirigindo, andando ou pedalando através da sua extensão de 2,7 km. Note que pode fazer um pouco de frio e ventar na ponte, especialmente quando os nevoeiros aparecem (muito comuns no verão), então vista-se com várias camadas e traga um chapéu ou coloque um capuz para manter a cabeça aquecida. Existem várias empresas de aluguel de bicicletas (duas das favoritas são a Blazing Saddles e a San Francisco Bicycle Rentals). A maioria das bicicletas vem equipada com mapas de rotas detalhados, mostrando onde pedalar a partir de San Francisco, atravessando a ponte, para cidades paradisíacas, como Sausalito e Tiburón, no vizinho Marin County. (Para diversão extra, pegue um ferry local para voltar para a cidade.)

Há uma simpática loja de presentes e um café no extremo sul (da cidade), e há caminhos que levam ao histórico Fort Point, concluído em 1861 para servir de posto avançado para proteger o portão antes da construção da ponte. Olhe para cima para ter uma vista deslumbrante do baixo-ventre da ponte, uma espetacular rede de vigas maciças, enormes colunas e cabos impressionantes.

Deus pegou a beleza da Baía de Nápoles, do Vale do Nilo, dos Alpes Suíços e do Vale do Rio Hudson, transformou-os em um e fez a Baía de San Francisco.
Fiorello La Guardia
Bonde em San Francisco
Tai Power Seeff

Bondes

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Bondes
Suba e desça as famosas colinas da cidade

Os bondes de San Francisco
são mais do que uma forma divertida de conhecer esta cidade cheia de ladeiras. Na verdade, são também um meio de transporte público. Ficar pendurado do lado de fora (isso mesmo, do lado de fora) de um desses bondes e atravessar Chinatown, Fisherman’s Wharf e outros bairros é a experiência mais típica de San Francisco. Basta prestar atenção em quantos moradores locais com suas sacolas e computadores sobem e descem do bonde enquanto você está nele No verão, pode haver filas longas nas ruas Powell e Market, principalmente para a Linha de Bonde Powell-Mason. Essa pode ser uma grande oportunidade de ver os bondes chegando e virando na platatorma enorme, mas, se quiser esperar menos, pode fazer um passeio igualmente bom na Linha de Bonde Powell-Hyde, mais tranquila, ou pegar um bonde em qualquer ponto.

Para saber mais sobre os bondes históricos que cruzam a cidade desde 1873, visite o Museu do Bonde gratuitamente, onde você poderá ver três bondes antigos da década de 1870 e entender como funcionam os cabos que alimentam os bondes. 

As passagens podem ser para uma única viagem (US$ 7) ou passes para um, três ou sete dias. Quando você embarca no terminal, as passagens para um dia (em um sentido) devem ser pagas antes do embarque. Em todos os outros pontos, é possível pagar as passagens a bordo, para o condutor. Você também pode comprar passagens pelo aplicativo gratuito MuniMobile. As linhas de bonde começam a funcionar às 6h30 e fecham logo após a meia-noite, 365 dias por ano. No site da Market Street Railway, você encontra um mapa das rotas de bonde para download.  

Informação privilegiada: os bondes não aceitam transferências de passageiros das linhas de ônibus e de metrô.

 

Maio

Centopeias de tênis, latas de lixo que correm e garçons e garçonetes com bandejas que balançam: tudo isso é parte, sem dúvida, de uma das mais excêntricas corridas a pé do mundo. Este passeio, a...

A costumed Bay to Breaker runner
Kevin Edwards/Flickr
Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Viagem LGBTQ em San Francisco VCW_D_SFcity_AlcatrazTour_1280x642_sized
Tai Power Seeff

Alcatraz

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Alcatraz
Visite uma prisão notória, agora lar de surpreendentes habitantes

Conhecida por presos famosos, como Al "Scarface" Capone, George "Machine Gun" Kelly e Robert "Birdman" Stroud, Alcatraz é certamente um dos locais mais sombrios de San Francisco. Parado nessa ilha de vento e nevoeiro, olhando para frente, vendo a deslumbrante City by the Bay, tão perto, mas tão longe (as águas são notoriamente frias e traiçoeiras), é fácil imaginar quão angustiante deve ter sido para os reclusos encarcerados ficarem nessa penitenciária federal entre 1934 e 1963. Visitas à ilha e tours pelas celas com áudio são oferecidos diariamente, bem cedo pela manhã e à tarde. O tour com áudio inclui comentários gravados de ex-prisioneiros de Alcatraz, o que é ao mesmo tempo arrepiante e fascinante e acrescenta uma profundidade notável à sua visita. Para um toque birzarro, considere fazer o misterioso tour depois do escurecer.

Mas uma visita à The Rock, como é chamada, não é só tristeza e pesar. Rica em história, a ilha é também a casa do primeiro farol e primeiro forte militar norte-americano construído na Costa Oeste do país. Em dias claros, Alcatraz proporciona um visual incrível de 360 ​​graus. Caminhe por lá para contemplar vistas da cidade, da Golden Gate Bridge e da dramática Bay Bridge (em direção à East Bay) ao exuberantemente verde de Marin County (ao norte) e, nas proximidades, a Angel Island, parque estadual da Califórnia e outra ilha digna de ser visitada na Baía de San Francisco. 

Além do mais, Alcatraz se transformou em um importante local de ninhos para as aves marinhas e cerca de um terço da ilha é interditado durante a época de nidificação, para deixar as aves criarem os filhotes. Dê uma olhada nos decadentes prédios e jardins crescidos da ilha (as esposas de antigos andarilhos e guardas eram conhecidas por suas habilidades com as plantas) para espionar biguás fazendo seus ninhos, pombos Guillemots, garças-brancas-pequenas, savacus e gaivotas californianas, que parecem ser particularmente boas em colocar ovos bem no meio do caminho dos pedestres. 

Importante: Apesar de os ferry boats partirem com frequência do Fisherman’s Wharf, faça sua reserva antecipadamente, pois as vagas muitas vezes acabam semanas antes.

 Tadich Grill, San Francisco
Thomas J. Story/ Sunset Publishing

Restaurantes em São Francisco

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Restaurantes em São Francisco
Prove os sabores do mundo com ingredientes super frescos

Em San Francisco, os menus orientados pelos ingredientes reinam. Com alguns dos melhores produtos do país em mãos, os chefs na Cidade da Baía criam magia comestível, muitas vezes mudando os menus a cada noite para refletir o que há de mais fresco e saboroso naquele dia. Muitos chefs trabalham em estreita colaboração com as fazendas locais e fornecedores de alimentos para obter exatamente os ingredientes que eles querem. Visitas matinais bem cedo a uma das feiras livres da cidade que duram o ano todo fazem parte da rotina desses magos da cozinha. Há muitos restaurantes finos para ocasiões especiais, vários deles com estrelas do Guia Michelin, como os elegantes e sofisticados restaurantes de três estrelas Quince, Benu, Atelier Crenn e Saison e o Coi, o Acquerello e o Lazy Bear, de duas estrelas.

Evidentemente, as estrelas do Guia Michelin não são um pré-requisito para uma experiência gastronômica inesquecível. Há muitas opções agitadas, cheias de gente e inovadoras nas ruas do bairro Mission District, particularmente na Valencia Street. No Fisherman’s Wharf, onde o marisco é rei, saborear uma tigela de cioppino (um cozido ítalo-americano de caranguejo sapateira-do-pacífico, ostras, camarão, escalopes, lula, mexilhões e peixe pescados no dia) é praticamente uma atividade obrigatória em San Francisco. O Scoma’s serve esse prato no Píer 47 há mais de cinquenta anos. O Tadich Grill, perto do Embarcadero, também está entre os restaurantes preferidos dos apreciadores de frutos do mar. Além disso, desde muito tempo, a região da Union Square é frequentada por quem procura restaurantes requintados (como o Campton Place e o Morton’s Steakhouse), mas também tem várias opções de custo mais baixo.

Também é fácil encontrar opções de custo baixo, como os vários restaurantes asiáticos no bairro de Richmond. Na Clement Street você encontra uma culinária vietnamita excelente no Pho Hyunh Sang e birmanesa no Burma Superstar e no B Star Bar. No mesmo bairro, há o coreano Jijime e o Jiangnan Cuisine, com a culinária de Xangai. Visite o Mission para conhecer os locais que vendem burritos, famosos pela fartura e pelo preço baixo, ou procure os food trucks que servem praticamente qualquer tipo de comida imaginável nos eventos com patrocínio da Off the Grid. San Francisco também oferece muitos lugares excelentes para comer onde a paisagem é tão espetacular quanto a comida.

Se quiser ir a um lugar onde você certamente encontrará algo do seu gosto, ande devagar pelo Ferry Building Marketplace, onde estandes permanentes vendem iguarias locais como o sourdough crocante (Acme Bread) e queijo artesanal (Cowgirl Creamery). Já os restaurantes com mesas, como o famoso Slanted Door, oferecem ótimos pratos e paisagens à beira-mar.

Se você está vivo, você não pode se sentir entediado em San Francisco. Se você não estiver vivo, San Francisco lhe trará de volta à vida.

William Saroyan
Fisherman's Wharf em San Francisco
Tai Power Seeff

Fisherman’s Wharf (Cais dos Pescadores)

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Fisherman’s Wharf (Cais dos Pescadores)
Aproveite a vontade de frutos do mar, pão sourdough, leões-marinhos e souvenirs

Um dos bairros mais visitados da cidade, o Fisherman’s Wharf de San Francisco ganhou popularidade principalmente por causa de uma característica: uma grande variedade de restaurantes que ficam na água e servem frutos do mar recém-pescados. E sim, realmente há muitos pescadores lá. Nas docas há muitos barcos desgastados que ainda navegam na baía para pescar caranguejos sapateira-do-pacífico, escalopes, halibute e outros frutos do mar, como fazem há mais de um século.

Quer vivenciar tudo isso, com os cinco sentidos? Os madrugadores podem vê-los descarregar as suas capturas no Pier 47, apelidado de Fish Alley (o beco do peixe). Se preferir, durma até mais tarde e simplesmente saboreie o produto da pesca: prove o caranguejo fresco cozido em caldeirões fumegantes expostos nas calçadas daqui. O caranguejo rachado mergulhado em manteiga derretida, acompanhado de pão fresco sourdough local é uma deliciosa tradição de San Francisco. Além disso, se você gosta de comprar souvenirs bregas (afinal, quem não precisa de uma "lata de nevoeiro" ou um enfeite de espuma para a cabeça com forma de garra de caranguejo?), o Fisherman’s Wharf é a sua Meca.

"Passeie pelo Pier 39 para ver mais restaurantes de frutos do mar, lojas, artistas de rua e a área com os moradores mais barulhentos: uma multidão de leões-marinhos que fazem uma algazarra."

Outras atrações — como a San Francisco Dungeon, com sua visão assustadora da história de San Francisco, e as antiguidades do fliperama do Musée Mécanique também são muito divertidas. Na filial do Madame Tussaud’s em San Francisco, você pode tramar a sua fuga da cadeia: a experiência Alcatraz: The Breakout desafia os convidados a arrumar um jeito de escapar da lendária prisão. O restante do famoso museu de cera apresenta estátuas de astros e estrelas de cinema, figuras históricas e a "realeza" da Área da Baía, como Jerry Garcia, Steph Curry, e Mark Zuckerberg. 

Passeie pelo Pier 39 para ver mais restaurantes de frutos do mar, lojas, artistas de rua e a área com os moradores mais barulhentos: uma multidão de leões-marinhos fazendo uma algazarra, que transformaram algumas das docas flutuantes do Pier 39 em uma verdadeira festa na praia para leões-marinhos. Aquaristas experts do Aquarium of the Bay do Pier 39 estão disponíveis das 11h às 16h, diariamente (se o tempo permitir), para responder perguntas sobre os corpulentos pinípedes (alguns podem pesar até quase meia tonelada)

As balsas para Alcatraz e o Parque Estadual de Angel Island saem do Píer 33 no Fisherman’s Wharf e são um passeio de um dia maravilhoso para as famílias. As crianças também adoram explorar os navios históricos e o USS Pampanito, um submarino da Segunda Guerra Mundial, todos parte do National Maritime Museum (no Hyde Street Pier, que fica nas proximidades). Se eles ainda tiverem muita energia para gastar, uma boa ideia é fazer caminhada rumo ao leste ao longo do belo Embarcadero até The Exploratorium um centro de ciências interativo no Píer 15. Termine esse dia perfeito com duas bolas de sorvete do Humphry Slocombe, no centro comercial adjacente ao Ferry Building Marketplace.

Informações privilegiadas: há vários estacionamentos e garagens nas proximidades; a maioria dos estabelecimentos do Fisherman’s Wharf abrem por volta das 9h e ficam abertos até as 22h, pelo menos.

 

 

 

Vista aérea da Union Square, em San Francisco
Macy's Union Square

Union Square

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Union Square
Descubra a terra de luxo do centro de San Francisco

A Union Square, a elegante praça rodeada de palmeiras praticamente no meio do centro de San Francisco, é um lugar muito movimentado e também um polo para as compras de luxo na Califórnia . Caminhe pelas ruas que delimitam a praça para fazer a sua lista de desejos com opções ilimitadas de achados em lojas como a Tiffany & Co., Louis Vuitton, Dior e Bulgari (assim como grandes varejistas como Macy’s, Saks Fifth Avenue, Neiman Marcus e Nike). Entre no sensual Clock Bar, no hotel Westin St. Francis, com seu estilo Belas Artes, para brindar com martini glasses e comparar as anotações. Se você gosta de uma vibe europeia, o lugar certo para você é a Maiden Lane, uma via estreita, cheia de butiques e quase exclusiva para pedestres (sem carros das 11h às 18h). É bem perto da praça e tem lojas Chanel e Yves Saint Laurent, além de cafés com mesinhas na rua. Logo ao sul da praça, na Market Street, você encontrará o Westfield San Francisco Centre, o luxuoso shopping fechado da cidade.

Claro que todas essas compras podem ser exaustivas. Na Union Square, é fácil recarregar as baterias: a praça está cheia de bancos ensolarados para relaxar. Ou peça um café expresso e uma massa folhada no sofisticado Emporio Rulli, com agradáveis mesas ao ar livre sob os guarda-sóis do mercado, bem na praça. Perto da praça, você também encontra restaurantes de nível internacional — faça uma reserva no Akiko’s Sushi Restaurant, no Bouche, ou no Campton Place (que tem estrelas no Guia Michelin), que são destaques entre os mais requintados. Se o dinheiro estiver curto, experimente o Dojima Ann para saborear pratos japoneses caseiros ou viva uma experiência da culinária americana clássica no Pinecrest Diner.

Venha aos domingos para um brunch com champanhe no extravagante e luxuoso Garden Court do Palace Hotel (local perfeito para dondocas locais mimarem os seus netos), um dos muitos hotéis da região que, por si sós, valem a viagem. No final do ano, a Union Square se transforma em um local de inverno encantador, cheio de famílias, com uma pista de patinação no gelo e pequeninos admirando uma enorme árvore de Natal, além de vitrines de lojas brilhando por todos os lados.

Informação privilegiada: se você for de carro para a Union Square, planeje a viagem com a ajuda deste mapa rodoviário e de estacionamentos da região.

 

"Minha San Francisco em suas sete colinas está sorrindo, ao lado de um pôr do sol opaco no mar."
George Caldwell
A estátua do mestre Yoda no Presidio de San Francisco
Tai Power Seeff

The Presidio

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
The Presidio
Encontre uma história rica, ótima comida e o Yoda neste amplo parque de San Francisco.

Envolvendo a extremidade norte de San Francisco, o Presidio, um parque de 5.864 hectares que faz parte da Área Recreativa Nacional de Golden Gate, é um destino excelente para famílias, aventureiros, amantes da História e todos os que gostam de relaxar à beira de uma das baías mais lindas do mundo. Para começar, temos as praias (e quantas grandes cidades têm várias praias?).

A sudoeste da Ponte Golden Gate, você encontra a Baker Beach, com um toque selvagem e vistas espetaculares. Apenas um aviso: as roupas são opcionais, principalmente na extremidade norte. Crissy Field, o trecho de areia no canto nordeste do Presidio, atrai famílias, cães que gostam de água (aqui eles podem ficar sem coleira) e praticantes de kite-board e wind-surf. Golfistas podem jogar em um dos campos mais antigos da Costa Oeste, o Presidio Golf Course. Ostente hospedando-se em um dos dois hotéis históricos no local, o Inn at the Presidio ou o Lodge at the Presidio. Pegando o sentido interior a partir de Crissy Field, você chega ao majestoso Palácio de Belas-Artes, originalmente construído para a Exposição Pan-Pacífico de 1915, e que hoje abriga um teatro intimista.

As trilhas para caminhada e mountain bike passam pelo parque arborizado e são uma ótima forma de ver indícios do passado do Presidio: de 1846, antes mesmo que a Califórnia fosse um estado, a 1994, o local foi uma base ativa do exército dos EUA. Hoje, as mais de 790 edificações que abrigavam militares e supriam outras necessidades do exército são exemplos excelentes da arquitetura militar ao longo dos anos. Graças aos esforços de conservação, muitas dessas edificações foram abertas ao público, incluindo restaurantes merecidamente famosos, como o Sessions at the Presidio, o Presidio Social Club e The Commissary. O Walt Disney Family Museum, um museu para toda a família, voltado para a história pessoal e o brilhantismo do criador do Mickey, também fica no Presidio. As crianças não devem se empolgar demais, porque não é uma Disneylândia — é mais para os adultos.

Outro local que merece destaque: o Letterman Digital Arts Center, que faz parte do império Lucasfilm. Embora, em geral, as edificações fiquem fechadas ao público, você pode reverenciar a estátua do mestre Yoda, no pátio principal do campus.

 

Fachadas de edifícios na Chinatown de San Francisco
Mike D/Flickr

Chinatown

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Chinatown
Um centro asiático vibrante no meio da cidade

Como uma viagem para a China sem as longas horas no avião, a Chinatown de San Francisco faz com que você se sinta um viajante do tempo: num piscar de olhos, você vai do terno e gravata do distrito financeiro da cidade para o maior bairro oriental fora da Ásia (e o mais antigo nos EUA), com calçadas lotadas cheias de conversas em cantonês e mandarim, transbordando de barracas de comida, restaurantes de dim sum e lojas misteriosas. É uma viagem em todos os sentidos da palavra, e provavelmente o mais próximo que você vai conseguir chegar da Ásia sem deixar o continente americano.

Embora não haja problema em manter-se na Grant Street, a principal artéria da Chinatown, ums rua de compras cheia de mercados e lojas de quinquilharias e peças de jade (reunidas especialmente em torno do Portal de Chinatown, no extremo sul do bairro), explore ruas mais tranquilas para fazer descobertas ainda mais surpreendentes. Apresentamos aqui oito destinos e atividades que valem a pena. Para ter uma experiência com ainda mais profundidade, você pode fazer um tour a pé com guia, como os tours All About Chinatown ou o Wok Wiz, voltado para a gastronomia.

 

Festival e Desfile do Ano Novo Chinês

Programe a sua viagem para coincidir com o Ano Novo Lunar (normalmente no final de janeiro ou fevereiro) para participar de uma linda festa: o Festival e Desfile do Ano Novo Chinês. O primeiro festival foi em 1860, para comemorar o país natal da crescente população de imigrantes chineses (atraída a San Francisco durante a Corrida do Ouro). O evento, agora a maior celebração do Ano Novo Chinês fora da Ásia, inclui fogos de artifício, carros alegóricos, leões dançantes, tambores e a coroação da Miss Chinatown.

Chinese Historical Society of America

Dentro do emblemático edifício da YWCA de Chinatown, projetado pela arquiteta Julia Morgan em 1932, o museu faz um excelente trabalho com exposições e programas relacionados à cultura chinesa e à História de Chinatown. Aqui você também encontra vários eventos de Chinatown. A entrada é gratuita.

Templo Tin How

Volte no tempo neste templo budista de um século, abrigado em um edifício de apartamentos de quatro andares, onde os moradores locais rezam, queimam incensos e ouvem as previsões dos seus destinos. É solicitada uma doação.

Hop Hing Ginseng Company

Está sem energia? Os solícitos proprietários dessa botica chinesa de ótima reputação recomendem chás revitalizantes e tônicos preparados com ervas secas ou compre o famoso ginseng e outras ervas a granel.

R & G Lounge

Os restaurantes de Chinatown estão entre as principais atrações do bairro. Este é um dos favoritos de longa data, querido pelos seus pratos cantoneses de alta qualidade. Os favoritos incluem macias costelas e delicados caranguejos do tipo sapateira-do-pacífico com sal e pimenta.

Vital Tea Leaf

Prove as diversas bebidas servidas nesse bar e loja de chá, que tem três unidades. O lugar está cheio de uma extraordinária variedade de chás, com misturas intrigantes como baby chrysanthemum e ginger pine, assim como chás verde, branco e oolong, mais tradicionais.

Ming Lee Trading

Esta antiga mercearia, que na verdade é um empório de doces e lanches, parece ter de tudo, de jujubas de lichia e Kit Kats de chá verde a frutas secas e salgadas, macarrão e especiarias.

Golden Gate Bakery

Se você está no mercado procurando dan tat fresco, a torta chinesa de creme de ovos com uma crosta folheada e amanteigada, entre na fila dessa padaria incrível. Não seja intimidado pelas filas. A recompensa vale a espera.

The Wok Shop

A melhor parte de uma visita aqui é testemunhar a proprietária Tane Chan em ação conforme ela salta de um cliente ao outro, conversando, rindo e ajudando a selecionar o melhor wok para cada cliente.

Informações privilegiadas: a maioria das lojas de Chinatown abre em torno das 10 ou 11h e fecham quando escurece. Acesse sfparkingguide.com para saber onde estacionar em Chinatown.

 

Parque Golden Gate em San Francisco
Tai Power Seeff

Golden Gate Park

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Golden Gate Park
Passe um dia ou mais na joia urbana da cidade

Jardins, clareiras, lagos tranquilos — o Parque Golden Gate é o coração verde de San Francisco, um parque urbano clássico onde todos, desde quem visita pela primeira vez até moradores locais que vão para lá todos os fins de semana, encontram algo incrível para ver ou fazer. O centro cultural do parque fica no canto nordeste, em torno de um amplo saguão com fontes e uma concha acústica. No lado norte, você encontra o Museu de Young, com um grande acervo de arte clássica de várias partes do mundo. Suba de elevador até o topo da bela torre assimétrica do museu (a entrada na torre é gratuita) para ter uma vista espetacular do parque inteiro e também da cidade, da baía e do Oceano Pacífico.

Em frente ao de Young você encontra a igualmente impressionante California Academy of Sciences, que abriga um planetário, um aquário, quatro andares de floresta tropical viva e um museu de história natural sob um telhado vivo ondulante. A pouca distância da academia de ciências, você encontra o Japanese Tea Garden, sempre lindo, mas especialmente impressionante na primavera, quando as cerejeiras e azaleias florescem. Existem muitos outros tesouros, facilmente descobertos de bicicleta (aluguel disponível ao longo das ruas Stanyan e Haight, no lado leste do parque. Não se esqueça do cadeado). Passeie entre as plantas coloridas em frente à estufa gigante que abriga o Conservatório de Flores, explore os jardins botânicos (ótimo para observar aves e plantas) e fique atento à manada surpreendente de bisões americanos no extremo noroeste do parque.

Se você não gosta muito de andar de bicicleta ou fazer caminhadas, há um serviço de transporte gratuito nos fins de semana e principais feriados, com paradas em todo o parque; caso você tenha ido de carro, há diversas áreas de estacionamento disponíveis. Independentemente de como fizer a sua visita, você verá moradores em todos os lugares, jogando tênis, fazendo piqueniques, correndo, remando no pequeno Lago Stow e fazendo cavalgadas por largos caminhos. Os habitantes de San Francisco realmente amam o seu parque.

Informação privilegiada: você vai ao parque com intenção de realizar uma atividade específica? A coleção de mapas do parque mostra onde você pode fazer piquenique, ver flores ou brincar com o cachorro.

 

The Geary Theater, San Francisco
Tai Power Seeff

Vida noturna em San Francisco

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Vida noturna em San Francisco
Motivos para não dormir na Cidade à Beira da Baía

Em San Francisco, há poucas noites tranquilas e, apesar de os bares e clubes encerrarem a noite às 2 da manhã, a cidade dá um jeito para que você se divirta até a hora de voltar pra casa. Para quem procura um entretenimento mais refinado, San Francisco tem música sinfônica extraordinária, balé clássico e contemporâneo e várias companhias de ópera. Também há uma comunidade teatral de sucesso, com destaque para o American Conservatory Theater, que apresenta obras clássicas e novas no The Geary Theater, perto da Union Square. Os shows itinerantes da Broadway sempre param em San Francisco. Confira a programação do SHN, que apresenta a maioria das obras no impressionante Orpheum Theatre, na Market Street. O City Arts & Lectures apresenta conversas intrigantes com celebridades, astros e estrelas e personalidades de alcance mundial . Participe de uma exposição de arte aberta ao público ou uma noite especial no museu.

Para quem gosta de diversões mais agitadas, há shows de rock no Great American Music Hall e no lendário Fillmore, bandas indie, R&B e hip-hop em espaços menores, como o Bottom of the Hill, o Amnesia Beer & Music Hall e o Slim’s, além de noites do microfone aberto no Hotel Utah Saloon. A cena das baladas tem destaques como o DNA Lounge, o Cat Club e o Raven Bar. A vida noturna não está completa sem uma passada nos muitos bares da cidade, desde os mais requintados, com coquetéis artesanais (como o Bourbon & Branch e o The Alembic) até os mais antigos da cidade (The 500 Club, Zam Zam e Vesuvio) onde você pode se misturar com os moradores locais. Em San Francisco você também encontra alguns dos bares tiki mais famosos do estado. Viva a experiência dos mares do sul regada a rum no Tonga Room & Hurricane Bar, no Smuggler’s Cove e no Pagan Idol.

Informação privilegiada: a Área da Baía é uma das principais regiões produtoras de cerveja artesanal. Fique atento às oportunidades de beber cervejas locais diretamente do barril.

 

Braseiro na Ghirardelli Square
Tai Power Seeff

Ghirardelli Square

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Ghirardelli Square
Uma antiga fábrica de chocolate serve diversão

Os imponentes edifícios de tijolos da impressionante Ghirardelli Square em San Francisco, construída em 1895, local original da Ghirardelli Chocolate Factory (que já foi uma fábrica de lã), agora abrigam um conjunto estiloso de lojas e restaurantes, além do hotel de luxo Fairmont Heritage Place. Além de ser um dos melhores lugares para passear a fazer compras, é o primeiro projeto bem-sucedido de reutilização adaptável do gênero nos Estados Unidos.

Percorra corredores e atravesse praças para visitar uma série de butiques e lojas de presentes ou relaxe com vistas da baía em diversos restaurantes, como o Cheese School of San Francisco, mistura de café, loja de queijos
e escola de queijeiros, o The Pub BBQ, o McCormick & Kuleto’s Seafood & Steaks e o Pico Latin Street Food. Antes de ir, verifique a programação de futuros eventos na praça.

Se você está viajando com crianças, provavelmente já tem um destino certo: a Ghirardelli Ice Cream and Chocolate Shop original. A fila pode estar do lado de fora da porta, mas não se preocupe, ela anda rápido. Logo você estará consultando o menu espetacular de opções de sundae: você escolherá o “Earthquake” tamanho família? (oito bolas de sorvete, oito coberturas, bananas, chantilly, amêndoas, gotas de chocolate e cerejas) ou talvez o “Gold Rush” (sorvete de baunilha com calda quente e muita pasta de amendoim). Depois, você pode jogar minigolfe no Subpar Miniature Golf, onde todos os buracos representam locais famosos de San Francisco em miniatura.

O horário de funcionamento dapraça é das 11h

às 21h

. todos os dias; há um estacionamento na Larkin Street, entre a North Point e a Beach Street.

Um bonde em San Francisco
Tai Power Seeff

Circulando por San Francisco

Viagem LGBTQ em San Francisco vca_maps_sfbayarea
Circulando por San Francisco
Barcos, bicicletas, bondes e mais

Não faltam opções de transporte em San Francisco, mas é importante planejar com antecedência e escolher a melhor rota para o seu destino. É fácil chegar a pé ao centro da cidade, à North Beach e ao Fisherman’s Wharf. Os ônibus MUNI e bondinhos locais viajam por toda a cidade e são uma maneira econômica e segura para se locomover. Apenas saiba que você pode ter que esperar um pouco na sua parada.

Veja todas as formas de circular por San Francisco:

 

Sistema BART subterrâneo

O sistema de metrô subterrâneo BART é uma ótima forma de viajar para San Francisco e outras cidades, com rotas rumo ao sul para o Aeroporto Internacional de San Francisco (SFO) e ao leste para Oakland, Berkeley, Pleasantone outras comunidades. 

Sistema de ônibus

O sistema de ônibus MUNI de San Francisco é amplo e econômico. Dica: se você pretende usar o transporte público, é uma boa ideia obter um CityPASS. Com ele, você tem três dias viagens ilimitadas de ônibus Muni e bondes, além de entrada para a Academia de Ciências da Califórnia, uma Blue & Gold Fleet Bay Cruise Adventure, o Aquário da Baía e o SFMoMA ou o Exploratorium

Bondes

Os bondes são sempre muito divertidos, mas possuem um sistema bastante limitado, funcionam melhor se você quiser ir do mar à Union Square. No site da Market Street Railway, você encontra um mapa das rotas de bonde para download. As passagens podem ser pagas por viagem ou com um passe para um, três ou sete dias ou um CityPASS (ver acima).

Bondes

O bonde histórico “F Market and Wharves”, que passa ao longo do Embarcadero, é uma rota muito procurada pelos turistas, com paradas no Fisherman’s Wharf (no Embarcadero e em Stockton), no Ferry Building (na Market com a 4th Street) e no Oracle Park (casa dos Giants, da MLB) na Don Chee Way e na Steuart Street. Um mapa para download das linhas de bonde F-line e E-line está disponível no site da Market Street Railway.

Compartilhamento de bicicletas

Para explorar por conta própria, tente um dos sistemas de bicicletas inovadores e baratos disponíveis, como o Ford GoBike. Inscreva-se para uma associação de baixo custo por 24 horas ou 3 dias ou uma única viagem. Em seguida, use o seu Clipper Card ou o aplicativo móvel Ford GoBike para desbloquear uma bicicleta na estação mais próxima (há estações espalhadas por toda a área da baía, de San Francisco até East Bay e San Jose) e devolva em qualquer estação. Saudável, barato, sem carro: uma ótima ideia.

Táxis e caronas solidárias

Os táxis estão concentrados no centro da cidade e, evidentemente, caronas solidárias estão disponíveis em todo canto. Muitas vezes, são a forma mais rápida de se locomover, mas as tarifas podem subir rapidamente.

Trem

O Caltrain liga San Francisco a San Jose e pontos entre essas cidades. Além disso, vai até cidades bem ao sul, comoGilroy.

Balsa

Para viajar ao norte e visitar Marin County, pegue uma balsa da Golden Gate Transit para ir até Sausalito ou uma balsa da Blue and Gold Fleet até Tiburon.

Passeios guiados

As visitas guiadas são outra forma divertida de explorar sem ter de dirigir. Alguns tours usam vans ou ônibus tradicionais, enquanto outros empregam modos mais incomuns de transporte. Suba a bordo de um carro de bombeiros vintage para explorar a cidade com a San Francisco Fire Engine Tours e até para cruzar a Ponte Golden Gate. Você certamente notará os olhares e sorrisos.

 

Informações privilegiadas: um Clipper Card recarregável, disponível em várias bilheterias e muitas lojas Whole Foods Market e Walgreens, é uma forma conveniente de pagar as tarifas em todos os principais sistemas de transporte da Área da Baía. Você encontra um mapa pesquisável das várias linhas de bonde, metrô e ônibus no site da San Francisco Mass Transit Association (SFMTA).